11th and 12th November “Nova Dança Nova” Thelma Bonavita and Patrícia Bergantin

11th and 12th November “Nova Dança Nova” Thelma Bonavita and Patrícia Bergantin
October 16, 2017 CasaNovaArte

“Nova Dança Nova” com as coreógrafas Thelma Bonavita e Patrícia Bergantin.

Dias 11 e 12 de novembro 2017, Sábado e Domingo.

Horários das apresentações:

Sábado – 16hs, 17hs, 18hs e 19hs;

Domingo – 14hs, 15hs, 16hs e 17hs.

 

A mostra “Nova Dança Nova”, com curadoria de Júlia Abs, propõe ao público assistir à coreografias criadas a partir do contexto do “cubo branco” em diálogo com as artes visuais.

As duas artistas brasileiras convidadas Thelma Bonavita e Patrícia Bergantin representam gerações de coreógrafas que atuam na investigação de uma linguagem autoral.

Bonavita desenvolve em seu trabalho multidisciplinar reflexões à partir do corpo, sempre em contato com a moda e as artes visuais. Dessas aproximações a artista elabora um corpo contemporâneo. No evento será apresentada a peça “Arqueologia do Desejo_Fleshion” convidando o público a navegar pelas políticas e poéticas propostas em torno do conceito da aparência. Em sua obra este tema formata uma “performance-coleção” aonde a artista se coloca no mesmo plano que as roupas e assume um status único na representação destes elementos.

Outra artista a se apresentar é a jovem coreógrafa Patrícia Bergantin. A obra apresentada será um site-specific aonde a artista experimenta, dentro de um espaço delimitado, uma situação de corpo em estado de pré-linguagem, tensionando as possibilidades de relação nesse momento de clausura. Sua capacidade de intérprete se destaca no Brasil já feito colaborações com outros profissionais da área como Jérome Bel e Tino Sehgal e com o grupo “Perversos Polimórfos”.

.

Thelma Bonavita

Elaborada pela artista e coreógrafa Thelma Bonavita, radicada na Alemanha, a performance “Arqueologia do Desejo_ Fleshion” é um recorte do material da peça Fleshion [aparências], que contou com Marcela Reichelt (bailarina e coreógrafa) e Katrina Burch (arqueóloga e sound designer) como colaboradoras e foi apresentada na Bienal de Dança Sesc, Campinas, São Paulo, setembro, 2017. O trabalho artístico de Bonavita existe no trânsito entre coreografia, artes visuais e moda. Co-fundadora do estúdio Nova Dança em 1995, integrante do Ced ( centro de estudos em dança) PUC e articuladora do Como Clube, cuja última apresentação se deu na 31º Bienal de São Paulo, em 2014.

Patrícia Bergantin

Patrícia Bergantin é artista da dança. Atualmente  dirige a residência Contágio e o trabalho de dança Égua, com Josefa Pereira, e é performer de Monstra e Montagem, de Elisabete Finger. Em 2016 foi performer em Gala, de Jerôme Bel e apresentou Duplos, a convite de Talita Florêncio e Tiago Salas. Em 2015 participou do Lote Osso como convidada, e em 2014 estreou Projeto para Exercício de Atenção, pelo Edital Site Specific do CCSP. Foi performer da Cia. Perversos Polimorfos por 6 anos e assistente de direção de Shine. Trabalhou com Marta Soares, Jorge Garcia e também em produções de Tino Sehgal, Angie Hiesl & Roland Kaiser e Yvonne Rainer. Formada em Balé Clássico pela Escuela Nacional de Cuba, está se formando no curso de Letras da USP e é resenhista da revista Antro Positivo